segunda-feira, 23 de março de 2020

Pernambucano emociona ao tocar violino para vizinhos na Espanha


Quando o relógio marco 20h na Espanha, moradores confinados em seus apartamentos no bairro de Zaidín, na cidade de Granada, no Sul do país,  acompanham um espetáculo musical promovido por um pernambucano, de sua janela. Há cinco dias confinado, o maestro Israel de França decidiu tocar ao menos duas peças em seu violino para amenizar a tristeza em tempos de Covid19.
Os vídeos enviados pelo maestro mostram ele vestido como se fosse se apresentar em um concerto e os aplausos ecoando por toda vizinhança de prédios. “Ao tocar, me emociono. Realmente é muito bom tocar para eles. É um sentimento que não consigo explicar. É melhor até do que tocar em qualquer teatro do mundo. Os aplausos superam qualquer plateia”, contou, em conversa pelo WhatsApp. Israel disse que a vizinhança não costuma acompanhar cantando, mas ele disse que vai apresentar músicas mais populares para ver se cantam junto com ele ao som do violino.
Na década de 1980, ainda menino, o maestro virou notícia internacional ao ser detido por policiais militares quando corria perto do Parque 13 de Maio, no Centro do Recife, com um violino nas mãos. Ele não queria se atrasar para uma apresentação musical. Na época, somente foi liberado após tocar o instrumento para provar que era realmente o dono. Já adulto, em 2012, viu o ato racista se repetir, desta vez na Espanha. O maestro vive na Espanha desde 1991, onde é violinista da Orquestra Ciudad de Granada e maestro da Sinfonietta de Granada.
Nascido em Peixinhos, bairro pobre de Olinda, Israel hoje também desenvolve um trabalho de música junto a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, a Orquestra de Câmara do Alto da Mina, nos Bultrins, em Olinda.
Israel mora com a companheira na Espanha. Um irmão dele, que também mora no bairro e é professor catedrático do Conservatório Superior de Música de Granada, segue em confinamento. O parente dele apresentou sintomas da Covid19, fez os testes, mas os resultados ainda não saíram. 

Nenhum comentário: