A fauna marinha foi bastante atingida pela poluição do petróleo cru encontrado no litoral de todos os estados do Nordeste brasileiro. ...

ANIMAIS AGONIZAM COM CONTAMINAÇÃO DE ÓLEO NO LITORAL DO NORDESTE

segunda-feira, outubro 07, 2019 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários

Jefferson Botega / Agencia RBS


A fauna marinha foi bastante atingida pela poluição do petróleo cru encontrado no litoral de todos os estados do Nordeste brasileiro. Há 30 dias, o óleo tomou grande parte da costa e pelo menos 12 animais apareceram cobertos com a substância. A extensão da contaminação com uma substância tão densa determina a letalidade: oito deles não resistiram e morreram.

Onze tartarugas marinhas foram resgatadas oleadas, mas apenas quatro estão vivas, segundo relatório do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Uma ave também foi tratada e não resistiu. A fauna afetada pode ser ainda maior, pois correntes marinhas tendem a não trazer os animais infectados para a costa.

O bicho estava com o corpo tomado por óleo e com dificuldade de respirar quando foi resgatado na praia da Redinha Nova, em Extremoz, região metropolitana de Natal, no dia 23. A tartaruga da espécie Lepidochelys olivacea (Tartaruga-oliva) ainda está em estado de saúde grave, apesar dos mais de dez dias de reabilitação.
"Verificou-se que o animal se apresentava completamente recoberto pelo óleo e, embora responsivo inicialmente, apresentava elevado nível de estresse e dificuldade de respiração. Foi observada também presença elevada de óleo nas cavidades nasais, oral e nos olhos", explicou o boletim sobre avaliação clínica.
De acordo com o coordenador do Projeto Cetáceos Costa Branca, da UERN, biólogo Flávio Lima, devido às lesões, a tartaruga está recebendo suporte vitamínico e mineral, assim como medicamentos antitóxicos, antibacterianos e anti-inflamatórios.
A terapia adotada deve diminuir as chances de intoxicações causadas pelos resíduos de óleo, evitar instalação de infecções nas lesões nas mucosas, diminuir dor e processos inflamatórios já estabelecidos no animal.
Menores, outros animais marinhos, como caranguejos, guaiamuns e aratus também sucumbiram à presença do óleo.
O último balanço, divulgado pelo Ibama na quinta-feira (3), apontou que foram atingidas pelo óleo 124 praias de 59 municípios —o levantamento ainda não incluía as praias da Bahia.

0 comentários: