A universitária Mariana Bazza, de 19 anos, saiu da academia com uma amiga por volta das 8h desta terça-feira (24). Enquanto a colega sa...

Mariana Bazza, vítima de feminicídio, fotografou o homem que tirou sua vida

quarta-feira, setembro 25, 2019 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários


A universitária Mariana Bazza, de 19 anos, saiu da academia com uma amiga por volta das 8h desta terça-feira (24). Enquanto a colega saiu do local de motocicleta para o trabalho, Mariana dirigiu-se até seu carro e notou que o pneu estava murcho. As cenas foram registradas por câmeras de segurança na cidade de Bariri, interior de São Paulo.

Nesse instante, as câmeras flagraram um homem se aproximar dela e oferecer ajuda para a troca do pneu. O rapaz conversou com Mariana e logo em seguida se dirigiu para uma chácara em frente à academia.

Ainda de acordo com as imagens do circuito interno de segurança, após conversar com o rapaz, Mariana entrou no carro e o guiou para dentro da chácara. Cerca de uma hora depois, o veículo saiu do local, mas não é possível identificar pela gravação quem está ao volante.

Uma pessoa saiu pela porta do motorista, voltou após alguns segundos e arrancou com o veículo. Enquanto o rapaz trocava o pneu do carro, Mariana chegou a fotografá-lo e, numa rápida conversa por uma rede social, enviou a foto para seu namorado, Jeferson Viana, tenente da Marinha e que estava em Santos (SP) naquele momento.

O homem que ajudou Mariana a trocar o pneu é Rodrigo Pereira Alves, o Rodriguinho, de 33 anos. Ele estava foragido e foi encontrado escondido atrás de restos de uma construção.

Rodriguinho confessou que matou Mariana a facadas. O corpo da estudante de fisioterapia foi encontrado por volta do meio-dia desta quarta-feira (25) e estava enterrado em uma cova rasa. Mariana tinha as mãos amarradas para trás e encontrava-se amordaçada.

0 comentários: