quinta-feira, 4 de julho de 2019

Jornalista que criticou ação policial em Barra de São Miguel pede demissão após ser suspensa


A jornalista Verônica Guerra, que dividia a bancada do Balanço Geral com Emerson Machado, não integra mais os quadros do Sistema Correio. Nesta terça-feira (2), a jornalista polemizou ao falar sobre a morte dos oito suspeitos de assassinar um policial militar, em Pernambuco. A jornalista disse que ficou chocada com as cenas e que a PM tratou de forma desrespeitosa os corpos dos suspeitos.
 
Nessa quinta (4), após a publicação de uma nota por meio da Caixa Beneficente dos Policiais Militares, a jornalista recebeu uma suspensão de dois dias. Verônica disse que não admitia a injustiça contra ela e que pediu demissão. “Em hora nenhuma distribuí ódio contra a PM, ao contrário tenho inúmeras amizades lá. Mas as cenas que vi não são cenas de uma sociedade contemporânea e sim de uma sociedade que cada dia que passa se abrutalha mais”, comentou.
 
Verônica disse que sua demissão é “irrevogável”. A redação entrou em contato com a diretora de jornalismo do Sistema Correio, Sony Lacerda, mas ela disse que não tinha nada a comentar sobre o assunto.

Nenhum comentário: