quarta-feira, 22 de maio de 2019

Pai finge ser filho na internet e ajuda policiais a prender suspeito de pedofilia

Resultado de imagem para pedofilia na internet
Um homem de 33 anos de idade foi preso por policiais militares e civis nessa terça-feira (21), no centro da cidade de Guarabira, suspeito de pedofilia. Ele estava, através de redes sociais na internet, se passando por um adolescente de 16 anos e chegou até a enviar fotos do órgão genital para a vítima, um menino de 11 anos. O próprio pai da vítima se passou pelo filho e marcou um encontro com o suspeito, que foi preso quando se dirigia para o local marcado. 

A ação integrada envolveu policiais do Núcleo de Inteligência do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil. Eles tomaram conhecimento, através do pai do menino, que ele teria recebido mensagens na rede social do perfil de um homem, que pediu o número do Whatsapp do menino. Diante dessa situação o
pai encaminhou seu próprio número de celular e começou a receber mensagens pedindo fotos do seu filho.

Em uma das mensagens, o suspeito chegou a enviar fotos mostrando o órgão genital e, pensando estar em contato com o menino, marcou um encontro para essa terça-feira, próximo à agência do INSS, no centro da cidade. De posse das informações, os policiais se deslocaram até as proximidades do local marcado, onde visualizaram o suspeito, que estaria em uma moto. Ao ser abordado, ficou constatado que se tratava do suspeito, que confirmou que estaria indo ao encontro da vítima. 

Com o suspeito foram encontrados em sua cintura uma faca peixeira e o aparelho de telefone celular. Ele foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil, onde alegou que queria apenas amizade com o menino.


Nenhum comentário: