quinta-feira, 23 de maio de 2019

Operação da PF contra pornografia cumpre mandado na Paraíba

O nome da operação faz referência à mitologia grega, na qual Nêmesis é um símbolo da injustiça praticada e punição divina contra o comportamento desmedido. Foto: Divulgação/PF

Uma operação para reprimir a prática de crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (23) na Paraíba e em outros sete estados, dentre eles, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Sergipe, Maranhão e Santa Catarina. A Operação Nêmesis cumpre ao todo 28 mandados de busca e apreensão e cerca de 120 policiais federais estão participando da ação.
Na Paraíba, apenas um mandado de busca e apreensão foi cumprido no município de Bananeiras, o qual resultou em uma prisão em flagrante, já que o investigado estava sob posse de material com conteúdo pornográfico, além de arma de fogo e munições. Só neste ano, esta já é a quarta operação que a Polícia Federal deflagra na Paraíba com o objetivo de combater a exploração sexual infantil.
Os suspeitos devem responder por crimes de pornografia infantil previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. O nome da operação faz referência à mitologia grega, na qual Nêmesis é um símbolo da injustiça praticada e punição divina contra o comportamento desmedido.

Nenhum comentário: