O PSB enfrentou muitas dificuldades desde a morte de Eduardo Campos e a vitória de Paulo Câmara. Durante três anos do governo, Paulo te...

Frente Popular mostra força e poderá vencer no próximo domingo

quarta-feira, outubro 03, 2018 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários


O PSB enfrentou muitas dificuldades desde a morte de Eduardo Campos e a vitória de Paulo Câmara. Durante três anos do governo, Paulo teve uma elevada rejeição dos pernambucanos ao seu trabalho, primeiro pela crise que diminuiu fortemente a capacidade de investimento do estado, depois por conta dos problemas na segurança que deixaram o governo em situação difícil perante o eleitor.
Como se não bastasse a baixa avaliação, Paulo Câmara ao longo do seu governo perdeu aliados, dentre eles o senador Fernando Bezerra Coelho e os deputados federais Fernando Filho, Mendonça Filho e Bruno Araújo, que chegaram a assumir ministérios no governo Michel Temer. O senador e os ministros decidiram se aproximar de Armando Monteiro, que estava isolado e encontrava resistências para receber o apoio do PT.
Para completar o desafio de Paulo Câmara, na pré-campanha, o governador viu a pré-candidatura de Marília Arraes tomar corpo e ameaçar a sua reeleição. Paulo conseguiu amarrar o PT, e ainda evitar que o MDB fosse para as mãos do senador Fernando Bezerra Coelho, o que daria uma grande dificuldade de Paulo Câmara na busca pela reeleição porque ficaria com menos tempo que seus opositores.
Diante das circunstâncias, o governador se viu obrigado a formar uma chapa antagônica, com Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa na disputa pelo Senado, e Luciana Santos, que havia ficado na quarta colocação para a prefeitura de Olinda na eleição municipal, que por sinal chamou a atenção com a perda de cidades importantes como Petrolina, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Ipojuca, Araripina, Belo Jardim e Camaragibe que ficaram nas mãos de seus adversários.

0 comentários: