A Secretaria de Defesa Social (SDS) lançou nesta segunda-feira (20) a Operação Têxtil, com o objetivo de reforçar a segurança nas feir...

Segurança reforçada no Polo de Confecções do Agreste para fim do ano

segunda-feira, novembro 20, 2017 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários


Efetivo do 1º Biesp, sediado em Caruaru, será empregado na Operação Têxtil / Foto: Hélia Scheppa/divulgação/SEI

A Secretaria de Defesa Social (SDS) lançou nesta segunda-feira (20) a Operação Têxtil, com o objetivo de reforçar a segurança nas feiras de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, no Polo de Confecções do Agreste, para o fim do ano.

Nos dias das feiras, o policiamento ostensivo receberá incremento, além da instalação de delegacias móveis no Moda Center, em Santa Cruz, e no Parque das Feiras, em Toritama. A Feira de Caruaru já conta com um plantão avançado da Polícia Civil, montado no pátio da feira.

Resultado de imagem para operação têxtil

As delegacias móveis serão instaladas próximas às áreas de comércio livre. São ônibus especialmente adaptados para executar as mesmas atividades de uma unidade fixa da Polícia Civil. Os equipamentos contam com salas prontas para ouvidas e registro de queixa, e irão funcionar dando o suporte necessário no período de atividades comerciais. As equipes da Polícia Civil atuarão para dar agilidade aos atendimentos à população e às ocorrências trazidas pela Polícia Militar.

Durante a Operação Têxtil, serão empregados efetivos do 24º BPM, responsável por Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, do 4º BPM, responsável por Caruaru, além do 1º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (Biesp), inaugurado na última terça-feira (14). A operação inclui a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) e a Radiopatrulha. Uma aeronave do Grupo Tático Aéreo (GTA) realizará sobrevoos nestes locais e apoiará as ações policiais em terra.

Grande fluxo de pessoas 

"Estamos aumentando a presença das forças de segurança nessas áreas estratégicas, com grande fluxo de pessoas de todo Estado e economia aquecida, pela concentração de empresas voltadas para a confecção e comercialização de produtos têxteis. Com isso, daremos mais tranquilidade para trabalhadores, comerciantes, consumidores e também turistas", explica o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire.

0 comentários: