Projetada no cenário nacional por ser a pátria-mãe do responsável pela maior zebra da história de uma eleição para a Presidência da Câm...

Eleita segunda mais votada dentro de uma UTI

quinta-feira, novembro 10, 2016 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários



Resultado de imagem para Eleita segunda mais votada dentro de uma UTI joão alfredoProjetada no cenário nacional por ser a pátria-mãe do responsável pela maior zebra da história de uma eleição para a Presidência da Câmara dos Deputados, o ex-deputado Severino Cavalcanti (PP), cassado do cargo pouco tempo depois por desvios éticos, a cidade de João Alfredo, no Agreste Setentrional, a 106 km do Recife, também escreveu um incrível e chocante capítulo nas eleições municipais de 2016: eleger uma vereadora internada em estado gravíssimo numa UTI de um hospital da capital.

Aos 62 anos, remanescente da comunidade quilombola Olho D água Cercado, a 6 km do centro urbano de João Alfredo, Socorro Soares (PP) recebeu a segunda maior votação entre os 11 vereadores do município – 1.062 votos – na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Português, no Recife, para onde foi transportada, já desacordada por uma forte dor na cabeça, faltando cinco dias para as eleições de 2 de outubro passado.
Não teve direito sequer a votar nela própria e só soube que estava eleita uma semana depois, quando reagiu lentamente à enfermidade que lhe tirou a visão, também, por 29 dias. “Fiquei cega por quase um mês e o médico chegou a falar que se eu escapasse ficaria sem enxergar para o resto da vida”, diz a parlamentar, que regressou ao município há dez dias, já com a visão recuperada. Segunda-feira passada, em meio a uma grande emoção vivida por ela e seus pares, foi bater o ponto na Câmara, com outro semblante, já sem os longos cabelos pretos, roubados pelas sessões de radioterapia.
No plenário da Câmara, onde vai iniciar ser terceiro mandato, Socorro agradeceu a belíssima votação, a solidariedade do seu povo e prometeu retribuir fazendo mais do que já faz pelo social, marca da sua ação parlamentar. Em sua região de atuação, ela é conhecida como a vereadora da saúde, porque usa seu carro particular, um velho Fiat, para transportar doentes aos hospitais da região e Recife.
Socorro sofreu um forte apagão em consequência de um edema cerebral. Há dois anos, ela extraiu uma mama e, de imediato, os médicos passaram a desconfiar que o seu caso pudesse ser um novo câncer, desta feita no cérebro. Depois de passar por dois dos hospitais, inclusive um especializado, o Hospital do Câncer, no Recife, a vereadora saberá em definitivo seu diagnóstico amanhã, quando receberá os exames feitos durante o período em que esteve internada.

0 comentários: