A noite desta sexta-feira (21) ficou marcada para a história do município de Camalaú, onde centenas de pessoas foram participar da sessão...

Mesmo com protesto em Camalaú, vereadores do atual governo aprovam em 1º turno 10% de suplementação para a LOA 2017

segunda-feira, outubro 24, 2016 Marcelo Santa Cruz 0 Comentários


ca5

A noite desta sexta-feira (21) ficou marcada para a história do município de Camalaú, onde centenas de pessoas foram participar da sessão que discutiu a Lei Orçamentária Anual e sua votação em 1º turno. Dos nove vereadores, oito compareceram a reunião e apenas o vereador Matéia de Doca faltou.
Durante a reunião, vários assuntos foram apresentados, mas o que chamou mesmo a atenção foi á votação da LOA para o exercício de 2017, onde foi debatido e votado, especificamente, o percentual dos créditos suplementares que diminuiu de 50% da atual gestão para 10% para a futura gestão. O projeto foi votado em primeiro turno e daqui a quinze dias será votado em definitivo.
O próximo prefeito de Camalaú, Sandro Moco, poderá ter problemas, caso a LOA seja aprovada com os 10% de suplementação.  Vale salientar que todos os vereadores têm direto de fazer emendas ao projeto da Lei Orçamentária Anual, sendo que a emenda apresentada pela oposição que pedia a suplementação de 50% foi derrubada pelos vereadores da base do governo.
Tal atitude levou a comunidade a fazer um grande protesto em forma de repúdio no interior da Câmara Municipal e nas ruas da cidade contra a aprovação dos 10% de suplementação no orçamento. 
O jovem Rubenilson, que fez questão de participar do protesto, criticou os parlamentares aliados do atual prefeito. “Está claro que eles só têm a intenção de prejudicar a administração do futuro prefeito Sandro Moco. Não existe um motivo real para haver esse corte e eles terem feito esse tipo de atitude, onde quem será prejudicado diretamente é a população mais pobre, que precisa de mais atenção por parte do poder público”, acredita o cidadão.
Votaram a favor da diminuição do percentual da suplementação para o próximo prefeito, os vereadoresEdvaldo de Queiroz Neles (Diva)Aristeu Chaves SousaAudenice Chaves Sousa (Nicinha) e João Ferreira Sobrinho, já os vereadores Bhira MarianoBezerrão e irmão Gilberto votaram contra a proposta do atual prefeito Jacinto.
Reforço policial foi pedido, e, a Polícia Militar, garantiu a segurança de todos

0 comentários: